terça-feira, 25 de novembro de 2008

Risoto de bacalhau zás-trás

Por Luciana Betenson




Pleno sabadão, um calor de 43º C em Ribeirão Preto, um bafo quente que parece vir do deserto do Saara, e eu encasquetei de fazer a receita dos Mexidos de Natal para o Intercâmbio Culinário. Estava sem ajuda nenhuma, já tinha feito pão de aveia e mel de manhã, já tinha lavado louça até... :) mas resolvi na última hora que ia fazer um risoto para o jantar.... desejo de risoto... nada Rita Palita!! :) )

Bom, fucei o freezer e tinha um pacote de bacalhau em lascas dessalgado que é muito legal para ter em casa. O preço é bem razoável comparando com outros de bacalhau, e é extremamente prático pois vem prontinho para ser usado... Só tive que deixar uma meia hora escorrendo em uma peneira NA TEMPERATURA AMBIENTE (não de iludam, é 43º C MESMO) que estava ótimo para usar.

Desculpem, blogueiros culinaristas de plantão... mas usei caldo em cubinhos mesmo, tomate da lata, salsinha já picada, pois era para ser risoto zás-trás mesmo!

Ficou muuuuito bom!! Mesmo que, como diz uma amiga minha, “um risoto nunca é igual a outro”, passo a receita deste para vocês!

Risoto de Bacalhau Zás-Trás


2 xíc (chá) de arroz arbóreo - 500 g de bacalhau em lascas dessalgado - 1 cebola picada - 2 dentes de alho bem picados - 2 col (sopa) de manteiga - 4 col (sopa) de azeite - 200 ml de vinho branco - ½ lata de tomates pelados picados grosseiramente - 3 colheres (sopa) de salsinha picada - 1 ½ litro de caldo de legumes ou de peixe - 15 azeitonas pretas grandes picadas

Faça o caldo fervendo um litro e meio de água com 6 cubinhos de caldo de legumes light. Reserve. Prepare o bacalhau: refogue o alho em 2 col (sopa) de azeite e em seguida acrescente o bacalhau e deixe refogar um pouco, para secar e cozinhar, sem mexer muito para não desmanchar as lascas. Em outra panela refogue a cebola na manteiga e no restante do azeite. Jogue o arroz e refogue por mais alguns minutos, coloque o vinho e mexa até evaporar. Vá acrescentando o caldo aos poucos, mexendo sempre, até o arroz cozinhar, mas sem ficar mole. Quando estiver quase cozido, colocar os tomates, as azeitonas e a salsinha e misturar bem. Servir imediatamente.

6 comentários:

Mari Azevedo disse...

Lu querida, está lindérrimo seu risotto!!! E tão pratico, ameiii!!
Caldo em cubinhos eu também uso, e muito!!! São mega práticos, né?? Fazer caldos naturais, mto embora não seja difícil, é demorado pra caramba... acabo recorrendo aos cubinhos, 99% das vezes! =D
Bjo grande!!!

ameixa seca disse...

Bacalhau fica bom de qualquer jeito :)

Carol disse...

Lu, que risotto 10 heim!! De bacalhau, chiquérrimo. Eu me torturo mas não uso caldo em cubos. Tá, confesso, até uso mas em megas urgências.Não sei se porque estudei e fiz tudo com caldo fresco, agora acostumei. Faço um bom tanto e congelo em saquinho individuais. Quando preciso já ta pronto. Ai, quando vejo que resta uns 2 saquinhos, faço mais. È meio chato mesmo, mas o sabor é incomparável. Grande beijo amiga!!

Téia disse...

Lu lindona, amei o risoto, ainda mais com bacalhau, aff, tudo de bom. Nem sempre é possível fazer caldos e picar legumes, e as vezes são as melhores receitas. Tenho certeza que esta é maravilhosa. Ah, obrigada pelos votos no Banquetes, recebas em dobro tudo o que me desejaste.Bj grande queirida.

Valeria disse...

Lu ,Adoro risoto e bacalhau mas nunca pensei nessa combinação perfect!!!Danadinha!!!
Bjs

Cris disse...

Eu sei bem o que é este calor... já estou suando só de pensar, sou da região... Luciana, não conhecia aquele livro que você falou. Você está precisando de temperos indianos? Tenho aqui curry e masala que meu marido trouxe da Índia, posso mandar para você uma amostrinha :-) Beijos! Não achei seu e-mail... sorry...