sexta-feira, 3 de julho de 2009

Paçoca de pinhão da mãe da Verena

Por Luciana Betenson

Queria aproveitar os pinhões (muitos) que sobraram da ida a Campos de Jordão. Cozinhei-os, descasquei-os e fui pesquisar receitas salgadas com eles, para variar do bolo que fiz na semana retrasada. Foi aí que, conversando com a Verena do blog Mangia che te fa bene, ouvi falar desta paçoca de pinhão. A receita vem da mãe da Verena. Seus pais moram em Santa Catarina, no Sul do Brasil, onde tem bastante pinhão.




Ela ensinou a receita assim:

“Cozinhe o pinhão (com casca) até ficar mole, abra um e veja se já está bom, dependendo da quantidade vai demorar mais ou menos tempo. Abra os pinhões e passe no processador ou no moedor, vai ficar igual farinha mais grossa, se tiver pilão e quiser experimentar pode ser também, mas dá mais trabalho. Reserve. Para o mesmo peso do pinhão já moído/processado/pilado use carne de porco/frango ou bovina mesmo. Corte em tirinhas muito finas e num refogado bem reforçado de alho, cebola e azeite doure bem a carne, até que fique bem moreninha. Salgue um pouco. Nessa panela onde está a carne já dourada coloque a farinha grossa do pinhão, misture bem e salgue a gosto. Se quiser pode acrescentar cheiro verde picado.
* Se quiser fazer só de pinhão também pode, depois de processado o pinhão faça o refogado e jogue a farinha grossa de pinhão na panela, salgue a gosto.
* Pensei até em fazer com carne de sol...deve ficar deliciosa!
Não use água, o refogado da carne deve estar com azeite ou manteiga para incorporar o pinhão sem ficar aquela coisa seca.
Sirva com arroz!
Espero que goste, essa é a receita que a minha mãe faz!”

Bom, eu fiz a receita da mãe da Verena no domingo passado e foi sucesso total em casa. Meu marido gostou tanto que comeu mais da conta :) ... O que não deixa de ser um elogio à cozinheira.


Minha receita foi a seguinte: cozinhei o pinhão com água cobrindo na panela de pressão por cerca de uma hora. Abri-os e passei no processador, sem deixar virar uma farofa, mas sim com alguns pedacinhos de pinhão. Cortei meio quilo de filé mignon em tiras bem finas. Refoguei uma cebola picada e dois dentes de alho amassados em uma colher (sopa) de azeite. Juntei a carne e deixei cozinhar. Quando a carne começou a ficar morena e o caldo reduziu juntei o pinhão moído e temperei com uma colher e meia (chá) de sal. Misturei bem e desliguei o fogo. Aí juntei 3 colheres (sopa) de salsinha.

Quem ainda tiver pinhão por aí pode fazer pois fica delicioso mesmo!!


Verena, adorei sua dica, obrigada :)

13 comentários:

dannah5 disse...

Acredita que nunca provei pinhao? Nao faço a menor ideia do sabor, mas está com uma cara maravilhosa...

Aqui no rio nunca vi vendendo! :(

Mas adorei a receita, deve ser uma delicia!!!!

beijocas

Ahh, vai tentar fazer la o concurso?

Renata disse...

Luuuu!!!
Amei a receita! Deve ter ficado uma delícia!! Os nossos pinhões do feriado já foram faz tempo ... vou comprar novos quando voltar de viagem e experimentar. bjs

Gina disse...

Essa forma de uso do pinhão é muito interessante. Pra quem gosta do pinhão, essa paçoca deve ser uma delícia.
Bom final de semana!

Dani - Paladar disse...

Eu nunca provei pinhão, mas vendo essa sua receita que ficou muito bela e sabendo do bom gosto da Verena, acredito que deve ser muito boa!

Ta ai, assim que o pinhão aparecer la em casa testarei a mistura...rs

Bjs

Cucchiaio pieno disse...

Mas que vontade de comer esta paçoca, nunca comi pinhao - tenho a maior curiosidade, principalmente porque o aspecto é otimo! Um abraço
Léia

Karol disse...

Adoooro blog de receitas, e acabei de descobrir aqui, esse cupcake de fubá parece maravilhoso, vou fazer! Pinhão, não sei nem se é doce ou azedo :) , sempre achei muito feio e não quis experimentar, rs, mas não deve ser ruim.
bjo

mangiachetefabene disse...

Amiga, que maravilha!!! Deve ter ficado tudo de bom, as fotos deram água na boca!
Vou contar para a minha mãe, quando conversamos fui perguntar para ela direitinho como ela faz para não te ensinar errado!
Eles (meus pais) moram em Santa Catarina, foram para lá depois de se aposentarem, em busca do frio...e que frio!!! Mas somos daqui de SP mesmo...e se eu te contar onde cresci...no Espírito Santo, depois fui para Califórnia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e agora de volta a SP...acho que esse giro geográfico me ensinou a respeitar e buscar novas formas de preparar os alimentos!
Adorei que vocês tenham gostado! Beijos e ótimo domingo!

leonor de sousa bastos disse...

Olá!!!

Eu sou cada vez mais fã de todo o tipo de frutos secos!...apesar de serem um bocadinho calóricos e muito caros, fazem super bem à saúde!
Tenho cá em casa um montão de pinhões e achei a sua receita com um ar delicioso!...lá vou ter eu que experimentar!:)

Beijos!!!

Luciana B. disse...

Dannah, Rê, Gina, Dani, Léia e Karol, quando tiverem a oportunidade façam sim, fica melhor do que a encomenda :) Meu marido virou super fã, assaltou a geladeira à noite para comer o resto :D
Ve, eu já corrigi lá no blog a história sua e dos seus pais... rsrsrs!! Quantas idas e vindas, mas como você disse é isto que nos enriquece. Um beijo a todas.

Alcina disse...

Eu adoro pinhão, mas nunca comi nada parecido, por cá é mais em bolos que se usa.
Essa paçoca nunca tinha ouvido falar, mas ultimamente encheu a blogosfera :-)

Luciana Macêdo disse...

Sabe que nunca experimentei pinhão? Outro dia em uma viagem a Gramado vi vários utensílios para descascar pinhão, dizem que é um pouco complicado.
Gostaria de experimentar esta paçoquinha.
Bjs!

Glau disse...

Lu, estou de blog novo!
espero sua visitinha!

Bjos, Glau
www.blogquitandoca.blogspot.com

Anônimo disse...

Este eh um prato tipico da regiao serrana de SC. No prato original usa-se carne de porco, eu prefiro carne de gado porem adiciono bacon tbem, fica uma delicia.