sexta-feira, 19 de junho de 2009

Bolo de pinhão em agradecimento pela acolhida no feriado

Por Luciana Betenson

No feriado de Corpus Christi fomos a Campos de Jordão a convite do Luiz e da Nádia, amigos muito queridos. Estava bão demais, gente... Uma casa de madeira super charmosa, no meio do verde e das montanhas, uma paisagem linda, uma lareira quentinha, sossego e agito na medida certa. Caminhadas a pé, fondue, muito vinho, muito papo, tricô (de verdade) e baralho, alternados com passeios na cidade para umas comprinhas, tomar um cappuccino e jantar fora no Dia dos Namorados. As crianças andaram a cavalo, jogaram muito e se dedicaram intensamente à atividade de catar pinhões no bosquezinho ao lado da casa. O que me levou a este post de hoje!

Com tanto pinhão, estou aqui bolando pratos para aproveitar esta delícia. O primeiro é este bolo de pinhão, do meu caderno de recortes de receitas, uma receita que há muito tempo está na fila para ser feita. Ficou gostoso. Porém, mesmo usando-o em grande quantidade, o gosto do pinhão não fica acentuado, o que para mim foi um pouco decepcionante. Mas quem comeu disse que "com pinhão é assim mesmo!" e que "estava com gosto de pinhão sim!" :) Já a minha mãe comeu o bolo dois dias depois e achou o máximo, o gosto ficou mais acentuado, ela achou até parecido com bolo de castanhas portuguesas... :)

Eu moí o pinhão de forma a não ficar uma farofa total, mas sim com alguns pedacinhos. Isto fica ao gosto do freguês.




Bolo de pinhão

1 kg de pinhão cozido com casca (650 g de pinhão cozido sem casca)
1 ½ xíc (chá) de açúcar
1 xíc (chá) de manteiga em temp. ambiente
6 ovos
1 xíc (chá) de farinha de rosca
½ col (sopa) de fermento em pó
1 col (chá) de baunilha


Ligue o forno a 180º. Moa no processador ou no moedor de carne os pinhões cozidos e descascados. Reserve. Bata as claras em neve. Reserve também. Bata o açúcar com a manteiga até formar um creme fofo. Junte as gemas, uma a uma, batendo bem. À parte, misture o pinhão moído com a farinha de rosca e o fermento em pó. Junte a mistura de pinhão ao creme de manteiga, acrescente a baunilha e bata mais um pouco. Pare de bater e junte delicadamente as claras em neve. Coloque em uma forma grande de buraco no meio, untada e enfarinhada, e leve para assar por aproximadamente 45 minutos.

7 comentários:

Glau disse...

Lu, que delícia de feriado!
Eu já salvei a receita pq estava doida por um bolinho de pinhão!
Bjos, Glau

Cucchiaio pieno disse...

Hummmmm, pela descriçao voce estava numa casa de sonho, e este bolo é de fazer sonhar! Um abraço
Léia

ameixa seca disse...

Ficou com bom aspecto, adoro pinhões mas aqui são super caros :)

Gina disse...

Lu, já fiz bolo de pinhão cru e cozido e não gostei muito de nenhuma das receitas, que eram bem diferentes dessa sua. Conversando com outras pessoas sobre esse bolo, todas disseram a mesma coisa. É um bolo que não corresponde ao esperado.
O seu leva muito pinhão e acho bom não triturar demais mesmo, porque vira uma massa, né? Vou experimentar a sua receita.
E Campos do Jordão é uma cidade muito fofa.
Bjs.

Verena disse...

Luciana, meus pais moram em Santa Catarina e têm muitas Araucárias no sítio...nessa época os pinhões estão em todas as mesas. O bolo está lindo!
Já comeu paçoca de pinhão com carne? É salgada e boa demais!
Beijos!

Mari disse...

Lu querida, que feriado fantástico você teve, amiga... Campos é um lugar paradisiaco, e tenho certeza absoluta que vocês se divertiram horrores!!!
Esse bolo está lindo demais... morro de vontade de experimentar bolo de pinhão!!
Bjo grande,

Mari

Luciana Betenson disse...

Meninas, eu trouxe o bolo comigo para SP e quem comeu AMOU... ficou melhor depois de um ou dois dias :)

Gina, se puder faz esta receita e me diga se gostou, adoraria saber sua opinião!

Verena, nunca comi paçoca de pinhão com carne... hummm... você tem uma receitinha para mim? :)

Glau, Léia, Ameixa, Mari: Beijinhos e obrigada meninas!!