terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Uma receita de challa e suas tradições

A Stephanie, amiga brasileira que mora nos EUA, é uma das nossas mais assíduas leitoras. Desta vez ela nos manda uma receita de challa (se pronuncia “halá”, ou "ralá" mesmo), um pão tradicional na cultura judaica. Vejam só que interessante e que receita gostosa!!

A challa (plural, challot) é um pão super tradicional judaico feito às sextas-feiras para ser comido no Shabat (sábado). Existem várias receitas, várias versões, mas em toda mesa de Shabat você vai encontrar duas challot no jantar de sexta-feira e duas no almoço do sábado. Vejam bem, o dia judaico inicia-se com o pôr-do-sol e termina com o pôr-do-sol do dia seguinte, portanto, sexta à noite já é Shabat.

Porque duas challot? Os judeus ficaram no deserto por 40 anos (entre a saída do Egito e a chegada a Israel), Deus, na Sua infinita bondade, fez vários milagres "abertos" para o povo, entre eles, o envio diário da "manna", um alimento que caía do céu todos os dias e era recolhido ao amanhecer. No Shabat não havia este envio, então às sextas-feiras Deus enviava duas porções, uma para a sexta e uma para o Shabat. Daí as duas porções de challa na mesa do Shabat, para relembrar o milagre do deserto.

Fazemos refeições festivas, alegres, toda semana... imaginem, seria como se vocês cozinhassem duas ceias de Natal toda semana! Parece exaustivo, mas é muito bonito, a família se reúne, trata-se de um dia voltado ao espiritual. Pois bem, eu tento fazer challa toda sexta, mas pode-se também comprar a challa já feita. Óbvio que não é a mesma coisa...nada como aquele cheirinho de challa assando no forno, enchendo a casa já com o clima de Shabat!

Para os judeus religiosos (como eu) existem várias "legalidades" ao se fazer a challa, legalidades essas nas quais não vou entrar em detalhes aqui, vou apenas passar uma receita que gosto muito...a challa sai fofinha, gostosa...uma delícia!!!!!!!!!

Ai vai:




Challa (Receita de Haia Petzenbaum)

2 kg de farinha de trigo
100 g de fermento para pão
10 col (sopa) de açúcar
2 col (sobremesa) de sal
1 ½ xíc (chá) de óleo
4 xíc (chá) de água morna
6 gemas

Colocar 1 ½ kg de farinha de trigo em uma tigela. Fazer uma cavidade no meio; colocar o fermento, cobrindo-o com 1 colher de sopa de açúcar e 1/2 xícara de água morna. Deixar crescer por 30 minutos.

Acrescentar os demais ingredientes; amassar levemente até obter uma massa macia. Cobrir com um pano, deixar crescer. Adicionar o restante da farinha e bater em batedeira potente por 15 minutos, ou a mão ir sovando até a massa ficar elástica e macia.

Cobrir novamente com um pano e deixar crescer por volta de 30 minutos em lugar sem corrente de vento, até dobrar de volume.

Dividir a massa em 4 partes. Amassar um pouco e dividir cada uma delas em três. Formar rolinhos com as mãos, fazer uma trança, trabalhando em superfície enfarinhada. Deixar descansar pela quarta vez, por 30 minutos em assadeira untada.

Pincelar com gema batida, polvilhar com sementes de papoula e/ou gergelim e assar em forno médio-alto, até dourar, por aproximadamente 45 minutos.

Beijos e divirtam-se!!

Stephanie

10 comentários:

Alexandra Moura disse...

Que delicia de pão,parabens esta de deixar água na boca,bjs Alexis

Luciana Macêdo disse...

Os pães ficaram perfeitos para acompanhar um cafezinho. O bom de fazer pães é ver o resultado.
Bjs!

Flavia Pantoja disse...

Eu adoro challa ! Alem de delicioso fresco, voce pode aproveitar ele "velho" e fazer o melhor pudim de pao de todos os tempos!! Um bj !

Leonor de Sousa Bastos disse...

Achei super interessante a sua história sobre a tradição desse pão...até fiquei com vontade de me converter ao judaismo só para celebrar duas vezes por semana com esse pão maravilhoso!...

:)

ameixa seca disse...

Eu tenho uma receita de challah para fazer na MFP mas ainda não testei! Quero ver se faço isso em breve :) Ficam tão bonitinhas!

Luciana B. disse...

Oi Alexis, obrigada!

Lu, elogios vindos de quem faz pães maravilhosos é melhor ainda :)

Flavia, obrigada, vou dar a Stephanie a ideia de fazer o pudim de pão.

Oi Leonor, o pão é muito gostoso sim!

Ameixinha, teste sua receita depois nos conte!

A dona da cozinha disse...

Oi Luciana!!
que prazer a sua visita!!adorei seus espaços!virei sempre aqui.
b-jos,paula

Gina disse...

Luciana, voltei hoje e vim agradecer os desejos de boa viagem. Foi maravilhoso e logo vou postar os acontecimentos.
Esses pães ficaram lindos e fiquei tentada a fazer.
Dei uma olhada nos posts recentes. O risoto de funghi e aquele bolo de pistache são tudo de bom, hein!Parabéns pelo aniversário!
Bjs.

Laurinha disse...

Gosto de challah - até já publiquei uma 'versão' no blog... não sou/não sigo a religião, apenas gosto do pão...
Adorei o texto!
Beijinhos

menoscaloriasmaisvida disse...

Olá Luciana,
os teus Challat também ficaram lindos. Estou com vontafde de voltar a fazer. :D
Beijinhos.
Susana B.